RESULTADO

 

Concurso Literário de Relatos Reais: HISTÓRIAS HUMANAS 2019

> O CNNE, recebeu no período de 05 de dezembro de 2019 a 30 de março de 2020, o total de 320 inscrições de todo o Brasil, com 93 seleções para compor a coletânea de Relatos Reais HISTÓRIAS HUMANAS 2019.

 

> Autores classificados, seus relatos serão publicados! Favor entrar em contato pelo e-amil: cn.novosescritores@gmail.com para confirmação de suas participações, conforme o edital. Reveja o edital no final desta página.

 

PARABÉNS A TODOS!

 

MENÇÃO HONROSA 

os 20 melhores relatos

1° Colocação, Kamilla Yohanna Ribeiro. Sarandi/PR. “O Senhor dos Sapatos”.

2° Colocação, Diogo Martins Ribeiro. Ariquemes/RO.  “O berrar dos cantares”.

3° Colocação, Coracy Teixeira Bessa. Salvador/BA.  “Um fogão de seis bocas”.

4° Colocação, Michelle Reinaldo Protasio. Rio Grande/RS. “O envelope”.

5° Colocação, Daniely Rodrigues Araujo. Corguinho/MS.  “O mundo despedaçado de Larissa”.

6° Colocação, Raquel Machado Santos. Brasília/DF. “Mãe de mamãe”.

7° Colocação, Joao Avelar Lobato. São Paulo/SP. “Cão”.

8° Colocação, Isabella dos Santos Mendes. Rio de Janeiro/RJ. “Do Caos ao Refúgio”.

9° Colocação, Luciene Carla Corrêa Francelino. Cachoeiro de Itapemirim/ES. “Violência nossa de cada dia”

10° Colocação, Levon do Nascimento. Taiobeiras/MG. “As guerreiras negras da divisa da Bahia com Minas”.

11° Colocação, Chayana Letícia Siqueira Müller. Campo Verde/MT.  “O primeiro sinal de que eu seria uma professora”.

12° Colocação, Thamires Almeida Lima Hull Santana. Jequié/BA. “Quero que Otávio morra”.

13° Colocação, Maria Cléa do Espírito Santo. Rio de Janeiro/RJ. “Salva Vidas Por Um Dia”.

14° Colocação, Hilda das Graças de Oliveira Curcio. Brasília/DF. “Desejos Penitentes”.

15° Colocação, Karen Harumi de Queiróz Nomura. São Paulo/SP. “Mistura”.

16° Colocação, Jenifer Oliveira da Cruz Rasveiler. Florianópolis/SC. “Não gostaria de recontar essa história”.

17° Colocação, Neilton Almeida de Souza. Caçapava/SP. “Uma História de Mãe”.

18° Colocação, Bruna Pinhati. São Paulo/SP. “Mercedes”.

19° Colocação, Guilherme de Sá Pessoa. Fortaleza/Ceará. “De mudanças para o Brasil (1976 - 1981)”.

20° Colocação, Maria Carolina Domingos Campos. São José dos Campos/SP. “Uma noite muito louca”.

CLASSIFICAÇÃO

por ordem alfabética 

Adriano Rodrigues Natividade. Brasília/DF. “Doutor Raul em: brasiliense é foda! E eu sou chato pra caralho”.

Alcino Teixeira Brasil (Onicla Lisarb). São Paulo/SP. “Minha Primeira Infância”.

Aleuda Maria de Lima. São Paulo/SP. “A amiga argentina da Argentina”.

Alexandre Arnaut de Araújo. Campinas/São Paulo. “A elegância do mundo”.

Ana Thaddeu Gomes. Itaqui/RS. “Mãe à Primeira Vista”.

André Luiz Cordeiro Sabino. Recife/PE. “Parada para a reflexão - A maior droga é a mentira”.

Ane Coutinho Yassuda. Araçatuba/SP. “Meu Mundo em Você”.

Antônia Maria da Câmara (Tota Câmara). Sumaré/SP. “A velha pequena”.

Beatriz Cintra de Almeida Prado. Sorocaba/SP. “Pela escrita, me abro”.

Breno Henrique Batista Siqueira. Niterói/RJ. “17 de outubro”.

Bruna Pinhati. São Paulo/SP. “Mercedes”.

Cauê Macedo de Britto Pereira e Parreiras. Brasília/DF.  “O Plano Da Vida”.

Charles Ribeiro de Sousa. Goiânia/Go. "Sem  título".

Chayana Letícia Siqueira Müller. Campo Verde/MT.  “O primeiro sinal de que eu seria uma professora”.

Cizana Lucena. Sem endereço.  “16/02/1970...”.

Cleide Silva Flores Ghelere. São Paulo/SP.  “O caso das rosas cor-de-rosa”.

Coracy Teixeira Bessa. Salvador/BA.  “Um fogão de seis bocas”.

Daniella Ábblica Oliveira da Cruz Lessa (Daniella Cruz). Sem endereço.  “Embarca Mesmo Quando Dói”.

Danielle de Araujo Lima. Rio de Janeiro/RJ.  “Reencontrei Chico”.

Daniely Rodrigues Araujo. Corguinho/MS.  “O mundo despedaçado de Larissa”.

Diogo Martins Ribeiro. Ariquemes/RO.  “O berrar dos cantares”.

Diego Pereira. Barreiras/Bahia. “Óleo sobre tela”.

Eduardo Costa Madeira. Vila Velha/ES.  “Guerra de Corações”.

Erika Rodrigues Costa Antunes. Tocantinópolis/TO. “Meu ritmo”.

Elizangela Luciana Botelho de Azevedo. Bauru/SP. “O Milagre de Maria”.

Ellen Cristina da Costa Bispo. Brasília/DF. “Reforma íntima”.

Fatima Cordeiro. Rio Branco/AC. “Vivendo um dia de cada vez”.

Francisco Junio Vieira da Silva. Valparaíso de Goiás/GO. “A confiança no duque de quina”.

Frederico José Gonzalez. São Paulo/SP. “Sobre o que resolvi não decidir hoje”.

Gabriel Fernando Perucio. Goiânia/GO. “Você tem Mãe?”.

Giordana Maria Bonifácio Medeiros. Brasília/DF. “A carta de Sofia”.

Guilherme de Sá Pessoa. Fortaleza/Ceará. “De mudanças para o Brasil (1976 - 1981)”.

Hilda das Graças de Oliveira Curcio. Brasília/DF. “Desejos Penitentes”.

Isabella dos Santos Mendes. Rio de Janeiro/RJ. “Do Caos ao Refúgio”.

Jenifer Oliveira da Cruz Rasveiler. Florianópolis/SC. “Não gostaria de recontar essa história”.

Jéssica Cristina Da Silva. Nazareno/MG. “Eu não tive onde chorar...”.

Joana Suellen Monteiro Sarmento. ENDEREÇO INCOMPLETO. “Grandes marcas”.

Joao Avelar Lobato. São Paulo/SP. “Cão”.

João Paulo da Silva Oliveira. Marília/SP. “Documento de identidade”.

João Paulo Silva Santos (Jp Santsil). Niterói/RJ. “Experiência Divina (Meu filho Lavi)”.

João Victor Santos Bufáiçal. Goiânia/GO. “Amores Roubados”.

Jonatas santos de Almeida (Jhon conceito). Vila Velha/ES. “A bike do playboy”.

Jonivan Martins de Sá. São Borja/RS. “O Profeta de Khalil Gibran”.

Juliana Peres dos Santos. Rio de Janeiro/RJ. “Um dia”.

Kamilla Yohanna Ribeiro. Sarandi/PR. “O Senhor dos Sapatos”.

Karen Harumi de Queiróz Nomura. São Paulo/SP. “Mistura”.

Kátia Saules Bruno. Rio de Janeiro/RJ. “A carta que nunca enviei”.

Leonardo Araujo Cardeal da Costa. Osasco/SP. “Ei, você é preto também!”.

Levon do Nascimento. Taiobeiras/MG. “As guerreiras negras da divisa da Bahia com Minas”.

Lidiane Oliveira da Silva. São Paulo/SP. “Para isso por eles”

Lucas Filipe Toledo. Cabo Verde/MG. “Um dia”.

Lucas Speranza. Lages/SC. “Ritalina”.

Luciana Ferreira Raymundo. Bauru/SP. “Paredes Cinzas”. Ou “Um dia”.

Luciene Carla Corrêa Francelino. Cachoeiro de Itapemirim/ES. “Violência nossa de cada dia”

Manoel Guilherme de Freitas. São Francisco do Oeste, RN. “O jogo”.

Manuella da Silva Brasil de Queiroga. São Paulo/SP. “Uma paraibana arretada”.

Maria Adrielia Mesquita Nunes. Fortaleza/CE. “Decidi falar que te desejo”.

Maria Carolina Domingos Campos. São José dos Campos/SP. “Uma noite muito louca”.

Maria de Fátima Mendes Cordeiro. Rio Branco/AC. “Vivendo um dia de cada vez”.

Maria Camilla Ferreira Silva. Caruaru/PE. “Luta”.

Maria Cléa do Espírito Santo. Rio de Janeiro/RJ. “Salva Vidas Por Um Dia”.

Maria Lucirene Façanha. Fortaleza/CE. “A literatura como remédio”.

Marina Mamede R. N. Rubio Guerrieri. Sem endereço. “É preciso que um dia se vá para que outro dia amanheça”.

Marini Lopes. Cotia/SP. “Vitamina”.

Mateus Macedo Quintano. Belo Horizonte/MG. “Uma Manhã na Feira”.

Mauro Eustáquio Peixoto. SEM ENDEREÇO. “Poema para um homem fodido”.

Michelle Reinaldo Protasio. Rio Grande/RS. “O envelope”.

Mikaela Alves de Souza. Rio de Janeiro/RJ. “Meu “Velozes e Furiosos””.

Mônica Menegatti Pereira. Aparecida de Goiânia/GO. “Desabrochando em Aço”.

Nadija Maria Tot. São Bernardo do Campo/SP. “Heroica pancada”.

Nágila Mesquita Seidenstucker. São Paulo/SP. “Três Presidiários Tristes”.

Neilton Almeida de Souza. Caçapava/SP. “Uma História de Mãe”.

Patrícia Venturim Souza. Presidente Bernardes/SP. “Meu Amiguinho”.

Paulo Fernando Perucio. Itararé/SP. “Foi só um Sonho Ruim”.

Pollyana Fruck Garcia. Campo Grande/MS. “Eterna estrada”.

Rafael Esteves Rodrigues da Rocha. Alto Longá/PI. “Amor Inesperado”.

Priscila Presley Moreira Costa. Goiânia/Go. "Sem título".

Raquel Machado Santos. Brasília/DF. “Mãe de mamãe”.

Renan Lima Nascimento. São Caetano do Sul/SP. “Paixão de Escritor”.

Rita de Cássia da Silva Lima Beraldo. Embu das Artes/SP. “Um Brotar Diferente”.

Rodrigo Ribeiro da Silva Aparecido. Itapevi-SP. “Às moscas”.

Sandra Teixeira dos Anjos. Maracanaú/CE. “Calçada do Tempo”.

Sandro Carlos Rocha da Silva. Carapicuíba/SP. “Meu Poema”.

Simone Chedid Nogueira. Barra do Piraí/RJ. “Excesso de peso na bagagem”.

Sofia Reis Costa. Porto Alegre/RS. “A primeira vez que vi o mar”.

Tauã Lima Verdan Rangel. Mimoso do Sul/ES. “Uma última lágrima”.

Thaís Faria Yoshidome. Ribeirão Preto/SP. “Teorema de vida”.

Thamires Almeida Lima Hull Santana. Jequié/BA. “Quero que Otávio morra”.

Thauana Hecke Niedermeyer. Toledo/PR. “A mesa marrom da cachaçaria”.

Vítor Affonso da Costa.Praia Grande/SP. "A rotina do córtex cerebral".

Victoria Schechter Monteiro. São Paulo/SP. “Galateia”.

Vitória Souza Diniz. São Paulo/SP. “Vivência na aldeia Rio Silveiras”.

Yasmin Meirinho João. Bayeux/PB. “Invisível Jacaré”.

 

 

CONCURSO NACIONAL NOVOS ESCRITORES 

Concurso Literário de Relatos Reais: HISTORIAS HUMANAS 2019

Edital / Regulamento

I – INSCRIÇÕES:

Art. 1º – A participação neste concurso é gratuita (Leia todo o edital antes de se inscrever):

Art. 2º – A participação é permitida para todos brasileiros natos ou naturalizados brasileiros, maiores de 16 anos com texto em língua portuguesa e residentes em qualquer região do país. Menores de 16 anos somente com autorização dos responsáveis.

Art. 3º – A inscrição será realizada pelo site: www.cnne.net.br - no período de 05 de dezembro de 2019 a 30 de março de 2020 (prazo prorrogado), pelo formulário online disponível no próprio site.

Art. 4º – É vetada a participação de membros da diretoria e de membros da comissão julgadora do CNNE.

Art. 5º – Cada autor poderá concorrer com até dois relatos de sua autoria que deverão ser inéditos, ou seja, que ainda não foram publicados em livros.

  1. O relato poderá ser sobre uma memória, sonho, experiência, acontecimento ou etc.;

  2. Poderá discutir um tema embasado nessas vivencias;

  3. A linguagem utilizada poderá ser formal ou informal;

  4. Além de narrativo, o relato poderá ser descritivo, com a descrição do local, personagens e objetos;

  5. Poderá concluir o relato com uma "moral da história";

  6. O relato poderá ser pessoal ou de terceiros;

  7. Somente para os autores classificados: Os nomes mencionados nos relatos poderão ser fictícios, ou caso mantenha os nomes verídicos, que sejam autorizados por termo de consentimento assinado a próprio punho (assinatura reconhecida em cartório).

  8. O termo deverá ser encaminhado para: cn.novosescritores+historiashumanas@gmail.com

  9. O modelo do termo de consentimento está disponível no ícone/link abaixo:

Art. 6º – O relato deverá ser enviado em formato doc. (Word, Open Office, etc.), com fonte Arial ou Times New Roman, tamanho 12, espaçamento de 1,5 e não deve exceder o limite de 03 (três) laudas no tamanho A4.

Art. 7º – O formulário de inscrição devidamente preenchido deverá ser enviado juntamente com o(s) relatos(s) para: cn.novosescritores+historiashumanas@gmail.com

Art. 8º – O tema é livre.

II – PREMIAÇÃO:

Art. 9º – Os relatos selecionados serão publicados no livro Coletânea de Relatos Reais – Histórias Humanas 2019.

Art. 10º – Os participantes não poderão acumular as premiações, ou seja, só poderá ser classificado apenas um relato de cada participante para esta coletânea.

Art. 11º – Serão até 250 (duzentos e cinquenta) relatos classificados, podendo haver o acréscimo de classificados de segunda chamada.

Art. 12º – Inserção de destaque no livro para os 20 primeiros classificados. Os demais classificados serão organizados por ordem alfabética.

Art. 13º – Prêmio para os 3 primeiros classificados:

a) Para o 1º colocado: ganhará 5 (cinco) exemplares do livro, uma medalha ou troféu e Certificado de Participação. Dispensa na compra dos 10 exemplares.

b) Para o 2º colocado: ganhará 3 (três) exemplares do livro, uma medalha ou troféu e Certificado de Participação. Dispensa na compra dos 10 exemplares.

c) Para o 3º colocado: ganhará 2 (dois) exemplares do livro, uma medalha ou troféu e Certificado de Participação. Dispensa na compra dos 10 exemplares.

 

Art. 14º – Para os demais, será concedido um Certificado de Participação.

III – COMISSÃO JULGADORA:

Art. 15º – Os relatos inscritos serão avaliados por editores e especialistas da língua portuguesa e nas áreas da literatura, psicologia, psicanalise, teologia, filosofia, sociologia, antropologia e outras. A Comissão Julgadora terá autonomia no julgamento, que será regido pelos princípios de originalidade e criatividade. A comissão é soberana e não caberá recurso de suas decisões.

IV – RESULTADO:

Art. 16º – O resultado do Concurso será divulgado no dia 20 de março de 2019 pelo site: www.cnne.net.br e os autores selecionados serão informados pelo e-mail declarado na inscrição.

V – PUBLICAÇÃO:

Art. 17º – Cada autor classificado arcará com a compra de 10 (dez) exemplares do livro Coletânea de Relatos Reais – "Histórias Humanas" 2020,  pelo custo de 438,00 (quatrocentos e trinta e oito reais) dividido em duas parcelas de R$ 219,00 (duzentos e dezenove reais).

Art. 18º – As duas parcelas deverão ser pagas via transferência ou deposito bancário nos dias, 15 de Junho e 15 de Julho de 2019.

Art. 19º – Em caso de inadimplência, a obra classificada poderá não ser publicada, e premiados não receberão o prêmio.

Art. 20º – Os livros e medalhas serão entregues no endereço informado na inscrição, até o dia 30 de Julho de 2020, podendo ocorrer atrasos de até 07 dias para algumas localidades.

Art. 21º – Os casos omissos serão decididos em comum acordo, pela Comissão Julgadora e pela Comissão de Organização do Concurso.

VI– DISPOSIÇÕES GERAIS:

Art. 22º – Ao se inscreverem, todos os candidatos aceitarão automaticamente todas as cláusulas e condições estabelecidas no presente regulamento. As inscrições implicam em plena concordância com os termos deste regulamento.

Art. 23º – Do julgamento apresentado pela Comissão Julgadora, quanto a qualidade dos relatos selecionados, não caberá qualquer recurso, ficando esta medida adstrita às condições extrínsecas do concurso, dispostas nas cláusulas deste Regulamento, que será julgado pela Comissão de Organização do Concurso.

Art. 24º – O Concurso Nacional Novos Escritores detém todos os direitos de Publicação e Distribuição da obra e seu conteúdo. No entanto, os autores dos escritos não perdem os seus direitos de publicação e uso de seus escritos..

  • Instagram

CNNE - Concurso Nacional Novos Escritores ® - Todos os Direitos reservados.

Concurso Literário de Microcontos: Conto Minimalista 2020. cn.novosescritores+contominimalista@gmail.com

Concurso Literário de Fábulas: Era uma Vez 2019. cn.novosescritores+eraumavez@gmail.com

Concurso Literário de Frases e Ilustrações: Frases Ilustradas 2020. cn.novosescritores+frasesilustradas@gmail.com

Concurso Literário de Tiras: Tirinhas Brasileiras 2020. cn.novosescritores+tirinhasbrasileiras@gmail.com

Concurso Literário de Escritos na Terceira Idade: "Reflexões" 2020. cn.novosescritores+reflexoes@gmail.com

Concurso Literário de Relatos Reais: Histórias Humanas 2019. cn.novosescritores+historiashumanas@gmail.co

Caça Talentos: Obras escolhidas 2020. cn.novosescritores+cacatalentos@gmail.com

cn.novosescritores@gmail.com